• 2019

A exposição “Máscaras Rituais de Portugal - coleção de Roberto Afonso”, estará patente ao público no Museu do Ferro, na vila de Torre de Moncorvo, a partir de domingo, 9 de junho, até final do mês, com inauguração às 15h30.

Quinta-Feira, 6 de junho de 2019.- As festas de Inverno, em Portugal, têm o seu início no dia 31 de outubro, em Cidões - Vinhais, com a Festa da Cabra e do Canhoto. Seguem-se as festas de dezembro, na sua maior parte dedicadas a Santo Estêvão, o padroeiro dos rapazes, continuando durante o mês de janeiro, depois durante o Carnaval, culminando na Quarta-feira de Cinzas com a Morte e os Diabos a saírem à rua em Vinhais e Bragança.


Fora deste período associado ao Solstício de Inverno, em Sobrado - Valongo (Porto), a Bugiada, a 24 de junho, representa a única festa de verão com mascarados em Portugal.
Nesta exposição são apresentadas 39 composições tridimensionais e 7 fatos representativos de festas do concelho de Vinhais, com 63 máscaras, de 36 artistas|artesãos, que representam 36 festas com mascarados em Portugal (distritos de Aveiro, Bragança, Coimbra, Porto e Viseu), ilustradas com textos de autores especialistas na matéria.

Num conceito que rompe com a tradicional e convencional exposição de máscaras, o conjunto das composições que o colecionador/investigador criou apresenta-se, também, como um roteiro das festas com mascarados em Portugal, disposto cronologicamente, entre 31 de outubro, data em que ocorre a primeira festa, e 24 de junho, quando ocorre a última, conjugando vários elementos associados a cada ritual representado.



Mais informações:


Sara Margarida Araujo Gonçalves: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Carla Oliveira: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

+351 279 094 217